Vivian Whiteman

Última Moda

 

ENTREVISTA - JULIA LEMMERTZ

Na coluna de hoje (2) do jornal impresso publicamos uma matéria sobre a moda da novela "Fina Estampa", do autor Aguinaldo Silva, que estreou semana passada na TV Globo.

A figurinista Beth Filipecki, que junto ao marido Renaldo Machado assina o guarda-roupa do folhetim, falou um pouco sobre o visual dos personagens da trama. Entre os destaques está Esther, estilista da grife de moda praia Fio Carioca, que é interpretada pela atriz Julia Lemmertz.

Alex Carvalho/Divulgação TV Globo

Julia Lemmertz como a estilista Esther de "Fina Estampa"

"Ela tem um visual helênico e suas roupas traduzem bem o seu trabalho como estilista: têm movimento e um gosto de novidade", disse Beth à coluna "Última Moda".

Entre uma cena e outra, Lemmertz falou à Folha, por telefone, sobre sua relação com a moda e a caracterizaçao de Esther.

Folha – É verdade que sua personagem é inspirada na estilista carioca Lenny Niemeyer?

Julia Lemmertz – Não exatamente. Quanto à sua dedicação ao trabalho e o que ela representa para a moda carioca, sim, mas isso é pano de fundo para sua história com o marido [o empresário Paulo, vivido por Dan Stulbach]. O ponto principal é a relação do casal, que trabalha junto e viverá o impasse de seguir caminhos diferentes durante a trama.

O que foi mais difícil na caracterização da personagem?

Passar horas sentada para deixar o meu cabelo naquele tom de ruivo, sem dúvida, foi o mais difícil [risos]. Nessa história de pinta aqui, pinta dali, foram mais de dez etapas.

Gosta de moda?

Acho que todo mundo gosta. Frequentei alguns desfiles antes de a novela começar e vejo a moda como um grande instrumento na composição dos meus personagens.

Seu estilo é parecido com o de Esther?

Assim como ela, gosto do que é bonito e só uso roupas que me caiam bem. Quando se faz uma novela, é natural que o personagem acabe influenciando seu estilo pessoal. O de Esther é atemporal, tem a ver com o meu.

Na novela Passione, Melina (Mayana Moura) também era estilista. Na época, a TV Globo lançou uma coleção para a C&A assinada pela personagem. Há planos para que esse tipo de parceria aconteça com Esther?

Realmente, não sei. Mas se for algo legal e que dialogue com a vida das pessoas, acharia ótimo.

(Pedro Diniz, de São Paulo)

Escrito por Vivian às 03h05

Comentários () | Enviar por e-mail | PermalinkPermalink #

PROCURA-SE TOP PLUS SIZE

A marca Amercian Apparel lançou um concurso, no mínimo, polêmico. A rede americana convocou, em seu site oficial, mulheres de todo o mundo para concorrer ao posto de modelo plus size de sua linha de roupas GG. Qualquer garota pode participar, desde que respeite uma única exigência: seu manequim não pode ser maior que 44!

No concurso "The next big thing" (ou, A próxima grande coisa), as aspirantes a modelo devem enviar à marca duas fotos (uma do rosto e outra do corpo) e ganhará a candidata mais votada pelo internautas. A vencedora irá até Los Angeles, nos Estado Unidos, onde serão feitas as fotos da campanha.

American Apparel abre concurso para eleger rosto (e corpo) de linha GG

Em abril, a American Apparel divulgou que suas dívidas chegavam a US$ 120 milhões e que, devido a isso, a empresa passaria por uma reestruturação. A produção de uma linha de roupas com a etiqueta XL é uma das suas primeiras estratégias para alavancar as vendas, que, segundo a direção da empresa, vão de vento em poupa.

(Pedro Diniz, de São Paulo)

Escrito por Vivian às 17h42

Comentários () | Enviar por e-mail | PermalinkPermalink #

HERMÈS + STREET ART

Para sua nova coleção de inverno, a grife francesa Hermès preparou uma linha especial de lenços (carrés) com estampas que remetem ao universo da street art. Intitulada "Graff", a coleção foi desenvolvida pelo grafiteiro francês Cyril Phan (conhecido como "Kongo"), que abusou do splash de cores e das formas arredondas em seus desenhos para a marca.

Fotos Divulgação

O grafiteiro francês "Kongo" criou lenços para a Hermès

Composta por quatro modelos de seda pura ("made in Brazil", como toda utilizada pela Hermès), a linha já é vendida nas lojas da grife espalhadas pelo mundo. No ponto do shopping Cidade Jardim (e único da marca no país), zona sul de São Paulo, cada lenço custa R$ 1.450.

O artista abusou das cores e formas arrendontadas da street art

Todos as peças da linha são de seda pura "made in Brazil"

Na loja da grife no país, cada modelo é vendido por R$ 1.450

Mais um dos quatro carrés da coleção, batizada de "Graff"

Parte da renda arrecadada com a venda das peças será revertida para a Kosmopolis, ONG criada por Kongo e que apoia jovens artistas de rua. (Pedro Diniz, de São Paulo)

Escrito por Vivian às 15h57

Comentários () | Enviar por e-mail | PermalinkPermalink #

O RAP (?) DA LANVIN

Só deu black na nova campanha da grife francesa Lanvin. A música "I Know You Want Me", do rapper pop americano Pitbull, foi escolhida pelo fotógrafo e diretor da campanha, Steven Meisel, para acompanhar a dancinha das tops Raquel Zimmermann e Karen Elson.

Vestidas com roupas de festa do inverno 2011 da marca, as modelos mexem os braços e fazem pose junto com o estilista da Lanvin, Alber Elbaz, que dança no final do vídeo. Dois modelos masculinos completam a festa, vestindo looks da nova coleção.

Abaixo, confira o vídeo, que de rapper mesmo não tem nada.

Karen Elson e Raquel Zimmermann dançam na festa "rapper" da Lanvin

Escrito por Vivian às 15h20

Comentários () | Enviar por e-mail | PermalinkPermalink #

Ver mensagens anteriores

PERFIL

Vivian Whiteman Vivian Whiteman é editora de Moda da Folha e também edita os especiais de moda da revista Serafina.

BUSCA NO BLOG


RSS

ARQUIVO


Ver mensagens anteriores
 

Copyright Folha Online. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução do conteúdo desta página
em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização escrita da Folha Online.